quinta-feira, 21 de julho de 2016

Payback (filme do mês)

Hoje falarei sobre um filme do Mel Gibson, que dispensa apresentação. O cara tem um dos maiores rolls de clássicos de Hollywood na carreira.  Se você gosta dos filmes dele vai adorar o que falo a seguir.

Payback (O Troco) é sem dúvidas um dos melhores thrillers que já assisti, um neo-noir intenso que realmente cumpre o que promete com seu slogan: "get ready to root for the bad guy" (prepare-se pra torcer pro cara mau). Porter, um assaltante e trapaceiro profissional é baleado pelas costas durante um golpe e volta de sua quase morte não para vingar-se, mas pela grana que lhe tomaram. Assista ao filme antes de ler este post!

Que se dane o spoil, não vou por o trailer e sim a primeira cena do filme.


Já começa bem! 


O filme já começa com o herói em uma clínica clandestina tendo as balas tiradas do corpo por um médico duvidoso. Recuperado, Porter sai em busca de quem lhe traiu, mostrando flashbacks do que realmente aconteceu.

Na trama ele se mete com todo tipo de mafiosos, policiais corruptos e pessoas do submundo. Ninguém parece acreditar quando ele diz que está encarando gente perigosa e se metendo em enrascadas por apenas 70k. Nem quem assiste crê que valeria a pena.



Esta é a característica principal do filme, o protagonista tem muitos defeitos, mas ganância não é um deles. Isso realmente o torna um filme diferente em meio a plots de vingança onde o herói mata todo mundo é fica com muito dinheiro.



A trilha sonora é boa e a atuação excelente por um time de atores de peso. Gostei muito da ambientação, uma cidade grande (acho que é Nova York) escura e fria onde você se sente solitário. Os carros são enormes e lindos, devem ser dos anos 80 e 70.

No final do filme Porter decide sair da cidade junto à uma antiga paixão que é GP de luxo. Em seu monólogo final ele diz que prometeu parar de matar e cometer crimes e ela de ser GP, e que os dois fingiram que isso ia dar certo... Existem coisas que não é fácil mudar. 

Este filme sempre me inspirou muito pois também me considero um cara "só quer o que é seu". Apesar de ter momentos bastante tensos e violentos pode assistir com a família sem problemas. Para mim é uma obra prima.

Existe um filme antigo no qual este foi baseado chamado "Point Blank" que ainda não assisti, mas muita gente diz que é bem parecido.

O próximo filme da lista será outro "neo-noir" que eu gosto muito, com uma história totalmente original ainda que inspirado num faroeste. Ainda bem que este não está na lista do Burguês Inglório!

Até a próxima! 

8 comentários:

  1. Muito bom esse filme, assisti todos com Mel Gibson, ele é um cara de palavra igual a "onde os fracos não têm vez"

    ResponderExcluir
  2. Não li o post todo com medo de spoiler, mas botei o filme na lista e provavelmente assistirei ainda hoje.

    Um que achei legal e que é um quebra-pau do começo ao fim é "De Volta ao Jogo" (2014). Título em inglês: John Wick.

    Valeu!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não assisti o Jhon Wick, mas achei legal a ideia de dele querer viver anónimo.

      Depois conte o que achou do Payback.

      Excluir
  3. Hehehehe tb não li pra evitar spoilers.
    Mas vou ver. Acho q assisto ele esse fds.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Depois conta o que achou, meu caro.

      Excluir
    2. Assisti ontem. Filmaço! Muito bom mesmo.
      Realmente, o cara é um anti-herói que só quer o que é "dele" (mesmo que ele tenha roubado dos outros).

      Percebi que era um filme baseado em livro. Geralmente eles são bons, já que a fonte original tende a ser boa. O que pode acontecer é a adaptação ser ruim, mas qdo vc não conhece o original isso não é problema. Aguardando o próximo.

      Abraço!

      Excluir
    3. O próximo é um filme bastante subestimado. Espero que não o tenha visto ainda.

      Excluir